Coletivo de grafiteiros promove encontro para divulgar a arte de rua em Campo Grande

Com o objetivo de fortalecer o graffiti e a arte de rua em Campo Grande, o coletivo de grafiteiros O Point irá realizar um encontro de artistas e de entusiastas do assunto, nesta quinta-feira (1º), a partir das 19h00. 

De acordo com a organização, o evento será gratuito e tem o objetivo de aproximar os grafiteiros atuantes, bem como as pessoas que querem conhecer um pouco mais sobre essa forma de expressão artística. 

Além disso, a noite também será de conversas sobre a arte e contará com sorteios e batalhas de rap. O grupo irá aproveitar a oportunidade para divulgar o minidocumentário “Sopa de Letras”, que acompanha a cena do graffiti na Capital. 

O grafiteiro San Martinez detalhou que esses encontros eram frequentes desde 2015 e o público variava entre 50 e 70 pessoas por noite. Entretanto, por causa da pandemia de Covid-19 as movimentações tiveram que ser suspensas e estão retornando este ano. 

“A gente sempre se reúne uma vez por semana para discutir sobre os pontos que podemos fazer nossa arte e, uma vez por mês, realizamos esses sorteios entre a gente como uma forma de incentivo e de chamar novas pessoas”, pontua. 

Desta vez, de acordo com Martinez, são esperadas aproximadamente 50 pessoas, entre grafiteiros e pessoas que se interessam pelo assunto. 

“Com a pandemia teve muita gente que deixou de participar e agora estamos voltando e queremos trazer mais pessoas”, conclui. 

Em relação ao preconceito que essa forma de expressão ainda enfrenta por uma parcela da sociedade, o artista Wil de Almeida, detalha que o movimento cresceu bastante nos últimos anos na Capital e muitas pessoas já entenderam que o graffiti como uma forma de arte. 

O grafiteiro acrescenta que esse entendimento vem acontecendo porque as artes feitas estão sendo mais divulgadas e estão cada vez mais com uma melhor qualidade. 

“Hoje em dia está na mídia e as pessoas estão entendendo o que é o graffiti e estamos conseguindo melhorar a técnica e os materiais. Então, isso já chama a atenção  e as pessoas se interessam em saber o que é”, detalha. 

Embora os grafiteiros considerem que dar continuidade a arte que fazem, reconhecem também as dificuldades, especialmente financeiras, para manter a cena em movimento. 

“Temos que manter essa fogueira acesa dando acesso para novas pessoas participarem porque, por mais que tenha mais divulgação, ainda é difícil ter por onde começar”, conclui. 

SERVIÇO

O evento será realizado a partir das 19h00, desta quinta-feira, com a batalha de rap. Logo após, às  20h00, será realizado um sorteio de materiais para graffiti. 

O local de encontro é na praça próxima ao antigo bar Vai ou Racha, na rua 14 de Julho, no bairro São Francisco. 

Os itens do sorteio são os seguintes: uma lata de spray preto e uma de spray branco, dois litros de látex amarelo e dois litros de neutrol, além de um corte de cabelo e uma camiseta personalizada no tamanho M

O sorteio será realizado de forma nominal entre as pessoas que estiverem no local.

“Esta reportagem foi produzida com apoio do programa Diversidade nas Redações, da Énois, um laboratório de jornalismo que trabalha para fortalecer a diversidade e inclusão no jornalismo brasileiro. Confira as metodologias na Caixa de Ferramentas

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s