Alessandra Matias e Nathalia Andrade, do Coletivo Clandestinas apresentaram a inédita performance: Erva Daninha. Lembramos que recentemente entrevistamos Alessandra, na inauguração do espaço cultural e bar "Aporé", no qual ela é uma das empreendedoras. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV

1ª mostra Boca Suja reúne centenas de pessoas na rua na Capital; veja em fotos

Aconteceu na noite da sexta-feira (16.set.22) das 19h às 02h do sábado (17.set), a 1ª edição do Boca Suja Mostra de Permance na Rua, em frente ao bar do Zé Carioca, na Rua General Melo, no Centro de Campo Grande (MS).

Centenas de pessoas começaram a lotar o local por volta das 20h e dezenas de artistas apresentaram performances (veja no slide abaixo).

Uma das idealizadoras, Estefânia Bueno, estava bastante corrida, mas falou rapidamente ao TeatrineTV, destacando que a inciativa não contou com investimentos públicos e que foi uma ação de artistas de rua. “É complexo. A gente conseguiu tudo isso porque nós somos um time de artistas de rua que querem estar na rua, que querem apresentar, a gente não tem financiamento, não tem cachê. É uma parada que estamos fazendo porque amamos estar na rua. E vamos continuar resistindo, mesmo que o governo não nos reconheça, nós estamos aqui, queremos ocupar as ruas, ocupar os espaços públicos. Essa cidade tem muitos espaços públicos que não é ocupado. E o Boca Suja serve para isso, para colocar todo mundo junto, diversidade de pessoas juntas, de artistas, de gênero e tudo… comédia, teatro, dança, cinema, é tudo junto. É agora”, resumiu.

Veja em fotos (abaixo) parte das atrações que animaram que integraram a programação da 1ª edição do Boca Suja, Mostra de Perfomance na Rua:

  • Ator, diretor de teatro, professor e mestrando em estudos culturais pela UFMS, Fernando Cruz apresentou a inédita performance "Não Coisa". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ator, diretor de teatro, professor e mestrando em estudos culturais pela UFMS, Fernando Cruz apresentou a inédita performance "Não Coisa". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ator, diretor de teatro, professor e mestrando em estudos culturais pela UFMS., Fernando Cruz apresentou a inédita performance "Não Coisa". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Fernando Cruz apresentou a inédita performance "Não Coisa". O número consistia em apresentar vários seres com diversas vestimentas. Como uma cebola, Cruz ia despindo-se dos seus diversos seres. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ao som mecânico de um coro que dizia: "Eles combinaram de nos matar, a gente combinemo de não morrer", Cruz refletou sobre diversidade e liberdade contra um sistema social e político opressor. Foto: Tero Queiroz | Teatrinetv
  • Ao som mecânico de um coro que dizia: "Eles combinaram de nos matar, a gente combinemo de não morrer", Cruz refletou sobre diversidade e liberdade contra um sistema social e político opressor. Foto: Tero Queiroz | Teatrinetv
  • Ao som mecânico de um coro que dizia: "Eles combinaram de nos matar, a gente combinemo de não morrer", Cruz refletou sobre diversidade e liberdade contra um sistema social e político opressor. Foto: Tero Queiroz | Teatrinetv
  • Ator, cantor e bailarino, Erico Bispo, é integrante e diretor na Cia Rob Drown desde 2010. Ele apresentou na 1ª edição da Mostra Boca Suja, a performance “Brasileiral”. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ator, cantor e bailarino, Erico Bispo, é integrante e diretor na Cia Rob Drown desde 2010. Ele apresentou na 1ª edição da Mostra Boca Suja, a performance “Brasileiral”. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ator, cantor e bailarino, Erico Bispo, é integrante e diretor na Cia Rob Drown desde 2010. Ele apresentou na 1ª edição da Mostra Boca Suja, a performance “Brasileiral”. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alessandra Matias e Nathalia Andrade, do Coletivo Clandestinas apresentaram a inédita performance: Erva Daninha. Lembramos que recentemente entrevistamos Alessandra, na inauguração do espaço cultural e bar "Aporé", no qual ela é uma das empreendedoras. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alessandra Matias e Nathalia Andrade, do Coletivo Clandestinas apresentaram a inédita performance: Erva Daninha. Lembramos que recentemente entrevistamos Alessandra, na inauguração do espaço cultural e bar "Aporé", no qual ela é uma das empreendedoras. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alessandra Matias e Nathalia Andrade, do Coletivo Clandestinas apresentaram a inédita performance: Erva Daninha. Lembramos que recentemente entrevistamos Alessandra, na inauguração do espaço cultural e bar "Aporé", no qual ela é uma das empreendedoras. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alessandra Matias e Nathalia Andrade, do Coletivo Clandestinas apresentaram a inédita performance: Erva Daninha. Lembramos que recentemente entrevistamos Alessandra, na inauguração do espaço cultural e bar "Aporé", no qual ela é uma das empreendedoras. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alessandra Matias e Nathalia Andrade, do Coletivo Clandestinas apresentaram a inédita performance: Erva Daninha. Lembramos que recentemente entrevistamos Alessandra, na inauguração do espaço cultural e bar "Aporé", no qual ela é uma das empreendedoras. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Alex Chastel, estudante de artes cênicas da UEMS apresentou a Performance: Filhos do Arco Íris, em que expõe situações vividas por um personagem que luta contra a homofobia da sociedade. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Artista independente, Fred Hxcx, conhecido como DJ Vancho Pilla, já́ tocou em vários lugares undergrounds de Campo Grande. Casas marcantes da história cultural da cidade como: Vai ou Racha, Brava, Rotunda e Genuíno, foram agitadas com o som do DJ. Também é criador de conteúdo digital underground no Roubada Lives. Na 1ª edição da Mostra Boca Suja, o DJ tocou o SET “Caliente de Cumbia”. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante no curso de dança da UEMS e coreografia, Ariell Lukasss apresentou 3 músicas em performance freestyle de rua na 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Integrantes do Projeto Corpoesia apresentaram na 1ª Mostra Boca Suja: “um encontro, uma colisão entre a poética das palavras e o movimento. Cada lugar é um desafio para uma experiência nova e espontânea”, definiram. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Drag Queen, Youtuber, streamer, artista da cena e da rua e produtora – Meiju apresentou uma Permanece de dança em que inicia trajada de militar e durante os versos vai despindo-se revelando sua verdadeira identidade brasileira. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ao longo das apresentações foi exibido o filme “Mina Ciclo”, da cineasta Loren. Ela é negra, pobre, trans não binária, andarilha, fascinada por becos obscuros e periféricos, lugares onde se sente mais à vontade. “Loren é artista de rua que resiste e transgride as fronteiras estéticas. A Loren das borboletas e figurinos sob medida pós-apocalípticos”, definem os realizadores da mostra num texto no Instagram oficial @bocasujamostradeperformance. Loren também é cineasta e no filme ‘Mina Ciclo’, projetado nas paredes dos prédios históricos em frente ao Bar Zé Carioca, retratou recortes da cidade de Campo Grande sob a lente “de sua solidão”. O filme estreou no evento e contou com a participação da Catita Bike. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Ao longo das apresentações foi exibido o filme “Mina Ciclo”, da cineasta Loren. Ela é negra, pobre, trans não binária, andarilha, fascinada por becos obscuros e periféricos, lugares onde se sente mais à vontade. “Loren é artista de rua que resiste e transgride as fronteiras estéticas. A Loren das borboletas e figurinos sob medida pós-apocalípticos”, definem os realizadores da mostra num texto no Instagram oficial @bocasujamostradeperformance. Loren também é cineasta e no filme ‘Mina Ciclo’, projetado nas paredes dos prédios históricos em frente ao Bar Zé Carioca, retratou recortes da cidade de Campo Grande sob a lente “de sua solidão”. O filme estreou no evento e contou com a participação da Catita Bike. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • A organizadora da 1ª edição do Boca Suja, Mostra de Performance na Rua, Estefânia Bueno, próximo ao cartaz do filme “Mina Ciclo”, da cineasta Loren. O filme estreou no evento e contou com a participação da Catita Bike. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • Estudante de dança na UEMS, Giu Maciel apresentou a performance “Dona Arte”. Foto: Tero Queiroz | TearineTV
  • À esquerda: o DJ Aruan, é organizador da “Festa de música brasileira pra dançar. Campo Grande - MS”. Ao centro: Vancho Pilla, que já apresentamos nos slides anteriores Ele esteve animando a noite da 1ª edição do Boca Suja, com funk, do axé, pagode e brega. Ao lado esquerdo está o DJ amarelo Drama, que apresentou o SET “Amar + Amarelo +Drama. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • À esquerda: o DJ Aruan, é organizador da “Festa de música brasileira pra dançar. Campo Grande - MS”. Ao centro: Vancho Pilla, que já apresentamos nos slides anteriores Ele esteve animando a noite da 1ª edição do Boca Suja, com funk, do axé, pagode e brega. Ao lado esquerdo está o DJ amarelo Drama, que apresentou o SET “Amar + Amarelo +Drama. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Mizuko Mc apresentou a performance musical de rap: "Veneno e Pecado". Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Dançarina e atriz, Gabs faz parte do grupo Prisma e é estudante de dança na UEMS. Ela apresentou um texto autoral numa performance dramática. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Dançarina e atriz, Gabs faz parte do grupo Prisma e é estudante de dança na UEMS. Ela apresentou um texto autoral numa performance dramática. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Dançarina e atriz, Gabs faz parte do grupo Prisma e é estudante de dança na UEMS. Ela apresentou um texto autoral numa performance dramática. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Dançarina e atriz, Gabs faz parte do grupo Prisma e é estudante de dança na UEMS. Ela apresentou um texto autoral numa performance dramática. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Dançarina e atriz, Gabs faz parte do grupo Prisma e é estudante de dança na UEMS. Ela apresentou um texto autoral numa performance dramática. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Dançarina e atriz, Gabs faz parte do grupo Prisma e é estudante de dança na UEMS. Ela apresentou um texto autoral numa performance dramática. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os performers Paulo e Tamara cachemichecliche, apresentaram “Moema Hit” na 1ª edição da Boca Suja, Mostra de Performance na Rua. Fotos: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os performers Paulo e Tamara cachemichecliche, apresentaram “Moema Hit” na 1ª edição da Boca Suja, Mostra de Performance na Rua. Fotos: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os performers Paulo e Tamara cachemichecliche, apresentaram “Moema Hit” na 1ª edição da Boca Suja, Mostra de Performance na Rua. Fotos: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os performers Paulo e Tamara cachemichecliche, apresentaram “Moema Hit” na 1ª edição da Boca Suja, Mostra de Performance na Rua. Fotos: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os performers Paulo e Tamara cachemichecliche, apresentaram “Moema Hit” na 1ª edição da Boca Suja, Mostra de Performance na Rua. Fotos: Tero Queiroz | TeatrineTV

Para baixar as imagens, acesse a galeria abaixo:

Abaixo veja fotos diversas dos organizadores e também do público da 1ª edição do Boca Suja Mostra de Permance na Rua:

  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Esses são os organizados da 1ª mostra Boca Suja, Estefânia Bueno e Fernando Cruz. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Esses são os organizados da 1ª mostra Boca Suja, Estefânia Bueno e Fernando Cruz. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Um dos organizados da 1ª mostra Boca Suja, Fernando Cruz. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Tamara Prant, uma das organizadoras da 1ª mostra Boca Suja. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Um dos organizados da 1ª mostra Boca Suja, Fernando Cruz. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os jornalistas Thailla Torres e Lucas Mamédio, marcaram presença na 1ª edição do Boca Suja, Mostra de Perfomance na Rua. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Os jornalistas Thailla Torres e Lucas Mamédio, marcaram presença na 1ª edição do Boca Suja, Mostra de Perfomance na Rua. Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV
  • Foto: Tero Queiroz | TeatrineTV

Para baixar as imagens, acesse a galeria abaixo:

No instagram oficial da mostra clique nos stories para ver vídeos das apresentações:

Além de atrações artística, A Gravata Cozinha Criativa e a própria cozinha do Bar Zé Carioca serviram refeições, iam de lanches artesanais a pasteis fritos, respectivamente. Havia, também, espetinho com farofa sendo comercializado.

Antes de sair…

​Gostaríamos de convidar você a ajudar nossa iniciativa. Siga @teatrinetv no Instagram, curta, comente e compartilhe nossos posts. Isso tudo é de graça e nos ajuda muito!

O TeatrineTV é um site independente dedicado a produção de conteúdo jornalístico para arte e cultura com sede em Mato Grosso do Sul. Nosso trabalho consiste em oportunizar um espaço para divulgação, investigação e cobranças dos anseios da arte e cultura. Isso é, atuamos para ser mais que uma agenda cultural. Investigamos o uso da verba pública e denunciamos censuras do poder público ou privado. Cobramos transparência do uso de recursos e preservação de equipamentos culturais.

Essa é uma briga com gigantes, que tentam sepultar a diversidade cultural no Mato Grosso do Sul e no Brasil! Investimos nessa iniciativa, pois acreditamos que arte e cultura é o poder dos povos!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s