Acompanhado do grupo El Trio, Matu se apresenta no Som da Concha neste domingo

Com músicas autorais e releitura de clássicos da MPB, o cantor sul-mato-grossense Matu se apresenta na Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas, nesta domingo (25.set.22), às 19h. O show intitulado “Matutando” terá acompanhamento dos músicos do El Trio. 

Em entrevista ao TeatrineTV, Matu afirmou que já está há um ano sem se apresentar em Campo Grande e as expectativas para o show são as melhores, principalmente porque o Parque das Nações faz parte das memórias afetivas da adolescência e da Capital.

“Vai ser uma alegria muito grande fazer esse show no Parque [das Nações Indígenas], que é um lugar que eu passei boa parte da minha vida e da minha adolescência. Então, tocar na Concha vai ser muito especial”, afirmou. 

O artista acrescenta que tocar com o grupo El Trio também faz da experiência um momento especial para sua carreira.

“As expectativas são as melhores por estar com esses amigos e músicos fabulosos. Esse show está ligado com meu universo criativo e emocional”. 

O grupo que acompanhará Matu é formado por Adriel Santos na bateria, Gabriel de Andrade tocando guitarra, Gabriel Basso como baixista e Júnior Matos multi instrumentista que comandará os sopros. 

Vivendo como nômade e passando por vários estados brasileiros, Matu traz em seu repertório uma energia inventiva e contemporânea, com uma personalidade musical marcante que propõe novos caminhos. 

Suas letras carregam influências da música instrumental brasileira, especialmente nordestina,MPB e pop. Além disso, o som ainda lembra jazz e soul.

 O cantor ainda destaca que a inspiração para suas músicas surgem de forma natural, especialmente quando está refletindo sobre os mistérios e caminhos da natureza ou simplesmente quando medita sobre a vida e as questões que a circundam.

“Minha música é feita com sentimento e muita entrega. É onde deságua um repertório de canções que brotam desse estado de reflexão, meditação sobre os mistérios, os caminhos da natureza, indagações e divagações diversas”, conclui.

O grupo Encontros da Quarentena é quem fará a abertura do show, às 18h00. A entrada é gratuita. 

O projeto Som da Concha é uma realização da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Secretaria de Cultura e Cidadania, Governo de MS.

“Esta reportagem foi produzida com apoio do programa Diversidade nas Redações, da Énois, um laboratório de jornalismo que trabalha para fortalecer a diversidade e inclusão no jornalismo brasileiro. Confira as metodologias na Caixa de Ferramentas

Antes de sair…

​Gostaríamos de convidar você a ajudar nossa iniciativa. Siga @teatrinetv no Instagram, curta, comente e compartilhe nossos posts. Isso tudo é de graça e nos ajuda muito!

O TeatrineTV é um site independente dedicado a produção de conteúdo jornalístico para arte e cultura com sede em Mato Grosso do Sul. Nosso trabalho consiste em oportunizar um espaço para divulgação, investigação e cobranças dos anseios da arte e cultura. Isso é, atuamos para ser mais que uma agenda cultural. Investigamos o uso da verba pública e denunciamos censuras do poder público ou privado. Cobramos transparência do uso de recursos e preservação de equipamentos culturais.

Essa é uma briga com gigantes, que tentam sepultar a diversidade cultural no Mato Grosso do Sul e no Brasil! Investimos nessa iniciativa, pois acreditamos que arte e cultura é o poder dos povos!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s